ideias e dicas

ALGUMAS INFORMAÇÕES ÚTEIS, INSPIRAÇÕES E DICAS

Plantas para dar um “chega pra lá” na urucubaca e trazer boas energias para dentro de sua casa!

A natureza restaura a mente do estresse constante gerado pelos centros urbanos. Além disso, sabemos que as plantas estimulam a biofilia nos seres vivos. A biofilia é a tendência natural que possuímos de sermos atraídos pelas coisas vivas. Vários estudos mostram que quando estamos próximos da natureza, ou de elementos naturais, lidamos melhor com os diversos sintomas do estresse. Este contato com a natureza diminui a propensão à depressão e acalma a mente, gerando uma série de benefícios para nossa vida.

É fato que algumas plantas melhoram nossa qualidade de vida. Além de deixarem nossa casa linda, muitas auxiliam na purificação do ar e trazem tranquilidade para a casa. Alguns estudos da NASA, como o Interior Landscape Plants for Indoor Air Pollution Abatement, listam plantas indispensáveis para o seu lar por limparem as toxinas do ar através do próprio metabolismo. Elas consomem as toxinas como alimentos e as transformam em água e nutrientes, distribuindo-os para suas raízes, folhas e caules.

Algumas plantas são ótimas para limpar o ambiente de poluentes e outras são conhecidas por barrar maus olhados e dar aquela energizada no espaço. Algumas vão além de embelezar e podem ser usadas em receitas caseiras que te ajudam a relaxar e a trazer um aroma delicioso para dentro de casa.

Então, se você está precisando dar um “chega pra lá” na urucubaca e quer trazer boas energias para dentro de sua casa, dá uma olhadinha nessa seleção de plantas e ervas que, além de lindas, ainda vão promover o seu bem-estar e de todos a sua volta!

ESPADA DE SÃO JORGE (Sansevieria trifasciata)

Super popular, combina com qualquer ambiente. Suas folhas exuberantes são grandes filtradoras de ar, pois retiram substâncias tóxicas como o tricloroetileno, formaldeído, benzeno e o xileno, que causam irritações nos olhos, boca e garganta, além de dores de cabeça.

A tradição diz que ela combate maus agouros e maus espíritos. Conta-se que, ao livrar o ambiente do olho gordo e das energias negativas, a planta atrai coragem aos integrantes do espaço onde se encontra. Muita gente a utiliza em banhos de limpeza espiritual a fim de afastar a inveja e o mau olhado.

De manutenção simples, é indicada para pessoas que não têm muito tempo para cuidar das plantas. Gosta de sombra e meia-sombra, mas também pode suportar sol direto. Não necessita de rega constante.

LÍRIO DA PAZ (Spathiphyllum)

Essa é uma das plantas citadas num dos estudos realizado pela NASA. Ela retira gases tóxicos causadores de irritações na região do rosto e que provocam tosse e dor de cabeça. Além disso, o perfume que ela exala relaxa a musculatura e promove uma sensação de calma e bem-estar.

Acredita-se que ela tem o poder de eliminar pensamentos negativos, más energias e ondas eletromagnéticas que vêm de aparelhos eletroeletrônicos e celulares.

É uma planta que se adapta muito bem em ambientes internos, portanto, é recomendada especialmente para quem vive em apartamento. Prefere locais com sombra ou meia-sombra, e para mantê-la saudável, procure manter a terra sempre úmida.

JIBOIA (Epipremnum pinnatum)

Serve como purificadora do ar e melhora a umidade do local. Por isso, ela contribui para a diminuição dos sintomas gerados pelo tempo seco, como resfriados e pele seca.

Dê preferência para colocá-la em locais de sombra e meia-sombra, mas não há problemas se receber sol direto, desde que em pequenas quantidades. Mantenha-a em local arejado e o seu solo sempre úmido.

HERA INGLESA (Hedera Helix)

Também são purificadoras do ambiente e melhoram a umidade do ar. Porém, seu grande diferencial é a redução de partículas fecais que ficam no ar. Portanto, é indicada para quem tem animais de estimação em casa.

Ela também reduz a quantidade de mofo de um ambiente, agindo como um purificador, reduzindo assim alergias e problemas pulmonares.

Suas folhas crescem para baixo, então a melhor maneira de cultivá-la em pequenos espaços é como planta pendente. São de fácil adaptação a quaisquer tipos de iluminação: sombra, meia-sombra ou sol direto. A rega pode ser feita de duas a três vezes por semana em estações mais secas. Já em ambiente úmido, duas vezes por semana já é o suficiente.

Seu único porém é que, se ingerida, pode ser tóxica para animais e crianças. Nestes casos, procure mantê-la no alto, suspensas, em prateleiras ou estantes.

CLOROFITO (Chlorophytum comosum)

O clorofito é um eficiente purificador de ar, uma planta detox! Ele absorve odores e fumaça e mantém os níveis de oxigênio do ambiente sempre em alta, auxiliando na melhora do sono.

De cultivo fácil, basta deixá-lo em espaços iluminados e regar uma vez por semana. Nunca deixe o solo encharcar.

PALMEIRA-ARECA (Dypsis lutescens)

Esta palmeira citada no livro How To Grow Fresh Air, da NASA, absorve gases tóxicos do ambiente e auxilia no controle da umidade.

Ela é essencial para quem pretende pintar a casa, já que pode ser utilizada para tirar o cheiro forte da tinta e tornar o local mais agradável.

É versátil na hora de decorar um ambiente, pois pode ser plantada tanto em vasos quanto em jardins. Pode atingir até 3 metros em seu porte arbustivo e 9 metros em seu porte arbóreo. Caso fique em sol direto, seu crescimento terá maior velocidade, mas as folhas ficaram amareladas e/ou queimadas. Já em meia-sombra , seu crescimento é mais lento, mas as folhas ficaram mais verdes. Requer uma atenção especial com o solo que deve ser fértil e com bastante matérias orgânicas.

DRACENA (Dracaena)

A Dracena pode absorver o dióxido de carbono do ambiente, proporcionando um local com maior quantidade de oxigênio fresco, o que, consequentemente, nos torna mais concentrados e produtivos. Ela também aumenta a umidade do ambiente e filtra o ar de substâncias tóxicas, reduzindo a fadiga.

São ótimas para escritórios, pois são muito resistentes. Suportam a escassez de água, a baixa umidade causada pelo ar-condicionado e a falta de luz.

GÉRBERA (Gerbera jamesonii)

Um vaso com gérberas no seu quarto pode ajudar você a dormir melhor! Isto porque ela absorve o dióxido de carbono e emite maiores taxas de oxigênio durante à noite.

Pode ser plantada em vasos, jardins, canteiros ou floreiras. Tem boa adaptação em climas secos e solos secos, mas precisa da incidência do sol para florir, portanto, locais com pouca sombra não são apropriados para essa espécie. Chega, no máximo, a 40 cm de altura.

ALECRIM (Rosmarinus officinalis)

Quem mantém um alecrim por perto terá prosperidade!

Em diversas culturas, ele é utilizado como amuleto e muitos acreditam que ele traz proteção para casa. Além de deixar diversas receitas culinárias maravilhosas e perfumadas!

Diz-se que suas flores ajudaram a rainha Isabel da Hungria a se curar de gota, em 1338. Napoleão Bonaparte se refrescava com uma colônia de folhas de alecrim e até mesmo Shakespeare recomendava a erva para "os homens de meia idade". A fama do alecrim como planta de usos mágicos é ainda mais antiga, pois os gregos acreditavam que a erva só brotava na casa dos justos e os ingleses até hoje cobrem os túmulos dos heróis com ramos frescos. Feiticeiros e curandeiros medievais também usavam as folhas queimadas sobre brasa para afastar o diabo do lar.

Essas superstições se baseiam no fato dos óleos aromáticos do alecrim afastarem, de fato, muitos males. Eles mantém as traças longe das roupas, combatem a caspa no couro cabeludo e afastam vermes atraídos por corpos em decomposição.

O Alecrim vem de lugares de solo pobre e seco, onde venta muito e o sol não dá trégua. Portanto, não exagere nem nas regas, nem na adubação! Esses dois erros básicos, aliás, são a razão da morte de muito alecrim em hortas caseiras: regar demais e deixar em lugar sombreado.

RÁFIA (Rhapis excelsa)

Esta é a planta mais recomendada para filtrar o excesso de amônia no ar. A amônia é liberada principalmente em produtos de limpeza e tintas para cabelo, portanto, é uma boa aliada para banheiros, cozinhas e para salões de beleza.

Seu solo deve ser rico em nutrientes, e ela pode ficar em ambientes de sombra e meia-sombra. Ela é resistente ao ar-condicionado, mas, para não danificar as folhas, borrife um pouco de água diariamente sobre a planta. Só é necessário regá-la uma vez a cada 15 dias e, no inverno, uma vez por mês! Fácil, fácil!

ÁRVORE DA FELICIDADE FÊMEA (Aralia deleauana)

A árvore-da-felicidade-fêmea é um arbusto ou arvoreta, cercada de misticismo e superstições. Acredita-se que a presença da planta na casa traz harmonia e felicidade ao ambiente e seus moradores.

Ela é o filtro da felicidade da casa e, quanto mais ela crescer, mais significa que a atmosfera do ambiente vai bem.

Existem duas variedades, nomeadas de macho e de fêmea, e ambas são conhecidas pela mesma razão, apesar de não serem da mesma espécie! Os povos orientais frequentemente ofereciam a planta de presente, em conjunto com outra espécie, a Polyscias guilfoylei, convenientemente denominada árvore-da-felicidade-macho. Apesar do nome, do parentesco e da semelhança, elas não necessitam uma da outra para viver ou se reproduzir. Ainda assim, há quem diga que somente plantadas juntas, e adquiridas como presente, elas trazem boa sorte e felicidade.

Pode ser cultivada sob sol pleno, meia-sombra ou luz difusa , em solo drenável, enriquecido com matéria orgânica e mantido úmido, sem encharcar.

FILODENDRO (Philodendron cascata)

São muitos. Vários tipos. São ótimos para eliminar a substância formaldeído do ar, liberada principalmente pela madeira e pelo carpete, causadora de irritações na pele e nas vias respiratórias.

Não devem permanecer em luz direta. Meia-sombra é recomendada para seu crescimento saudável. Quando perceber que a terra do vaso está seca, é a hora de regá-la.

CAMEDÓRIA ELEGANTE (Chamaedorea elegans)

São ótimos medidores de umidade. Quando suas folhas ficam amarelas ou suas pontas secas, significa que há pouca umidade no ar. Também são responsáveis pela purificação do ambiente, retirando as substâncias tóxicas.

De fácil cultivo, necessitam de regas mais frequentes, sendo tolerantes aos espaços de meia-sombra e, portanto, perfeitas para ambientes internos. Entretanto, são umas das mais intolerantes ao ar-condicionado.

CAMEDÓRIA ELEGANTEARRUDA (Ruta graveolens)

Contra mau-olhado, a arruda é uma forte aliada para energizar a casa. Dizem que quando ela seca e amarela é porque barrou alguma inveja.

Uma crença popular de raiz africana manda que os homens usem um pequeno galho de folhas de arruda por cima de uma orelha, ou que coloquem um no ambiente, para espantar maus espíritos.

Mas a arruda também possui importância medicinal! Ela produz uma substância chamada rutina que é responsável por aumentar a resistência dos vasos sanguíneos, evitando rupturas. Por isso, a planta é utilizada no tratamento contra varizes. Ela também possui um óleo essencial com substâncias que, quando aspiradas, possuem propriedades calmantes e diminuem a ansiedade.

A arruda é considerada como uma planta resistente, pois pode ser cultivada nos mais diversos tipos de solo, incluindo alguns levemente ácidos, que não sejam muito férteis e até mesmo em solos pedregosos. Enquanto, ainda é uma muda, deve ser irrigada com frequência. Mais tarde, quanto já está melhor desenvolvida, ela consegue ficar sem irrigação por uns dias.

ALFAZEMA(Lavandula dentata)

Vamos esclarecer a diferença entre lavanda e alfazema? Lavanda, a de Provence, é a planta Lavandula angustifolia, que é pouco adequada ao nosso clima brasileiro. A alfazema é a Lavandula dentata, uma espécie mais adaptada ao nosso clima quente e úmido e, portanto, mais fácil de se cultivar aqui.

Quando o assunto é relaxamento, a lavanda é a primeira planta que a gente pensa! Ela também traz um astral poderoso para nossa casa graças às suas propriedades de limpeza, por isso a associamos à cura e tranquilidade.

Apesar de ser uma planta rústica, é bastante tolerante às variações de temperatura, mas prefere solos bem drenados, leves (mais para o arenoso) e moderadamente férteis. Como é uma planta perene, se for bem cuidada, poderá durar mais de uma década com flores lindas!

Você pode usar as flores e folhas de lavanda para embelezar a sua casa, aromatizar bebidas, fazer chás para acalmar os ânimos e fazer banhos de cheiro para se purificar!

AVENCA(Adiantum capillus-veneris)

Já ouviu a expressão: "frágil como uma avenca"? Pois, esta planta, muito admirada por sua delicadeza, exige certos cuidados para desenvolver-se satisfatoriamente em nossa casa.

Elas carregam a fama de espantar mau-olhado: dizem que são capazes de absorver as energias negativas e murcham, dando sinal de que há alguém invejoso no ambiente.

Algumas variedades são usadas na medicina popular como calmante para a tosse ou problemas no couro cabeludo.

Mas a melhor crença é que essa plantinha, de folhas pequenas e delicadas, fará feliz quem a cultivar! Ela requer regas frequentes e adora umidade. A mantenha longe de raios solares diretos.

DINHEIRO EM PENCA (Callisia repens)

Segundo a crença popular, essa planta tem o poder de atrair sorte, dinheiro e fartura para quem a cultiva e, se você a receber de presente, a bonança virá em dobro! O ideal é que ela fique perto de onde se guarda coisas de valor financeiro em casa. Se for em um ambiente profissional, um bom lugar é próximo ao departamento financeiro ou de vendas.

É importante garantir que a planta tome bastante sol e que seja regada frequentemente.

PIMENTEIRA

É famosa por afastar energias negativas e pensamentos ruins, por isso muita gente coloca um vasinho de pimenteira em ambientes com muita circulação de pessoas. Sua durabilidade não é alta e assim que secar, é preciso tirá-la logo do ambiente e colocar outra no lugar para reestabelecer o equilíbrio do espaço.

Se bem cuidada, sua pimenteira durará cerca de 30 dias. Apesar de ela gostar de sol, não a deixe exposta diretamente à luz solar. Regue a três vezes por semana, sempre sem molhar as pimentas e as folhas.

MANJERICÃO (Ocimum basilicum)

Além de conferir sabor a molhos e outros pratos, o manjericão pode ajudar a limpar e dinamizar a energia do ambiente. Entre suas propriedades incluem sua ação antiespasmódica, digestiva, vermífuga, antibacteriana, fungicida, inseticida, adstringente, cicatrizante, febrífugo, estimulante, antiemético, antitussígeno e anti-inflamatória. Fantástico, não?

Além de ser delicioso e maravilhoso, requer cuidados bem simples: precisa de sol e de terra sempre úmida.

Rua Vanderlei, 1595

Perdizes - São Paulo - SP

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

11 992 339 455

Fale conosco pelo Whatsapp
Close and go back to page